12/01/2024 às 17h11min - Atualizada em 15/01/2024 às 20h03min

Dj Hirla : A batida contagiante do Interior de Goiás

Estreja em Ascenção, DJ Hirla mostra que o Eletrofunk chegou pra contribuir com a diversidade musical de Goiás

Jornalista Thiago Cotrim
Thiago Cotrim
Hirla Batista


 
Num cenário onde o Sertanejo reina, os carros de boi desfilam e a festa de Trindade é a referência cultural, surge uma batida diferente que desafia as expectativas em Goiás. DJ Hirla, aos seus 29 anos, emerge como uma força viva na cena musical, destacando-se não apenas como uma DJ, mas como uma contadora de histórias por meio de sua música.

Entrelaçando os sons eletrônicos com o pulsar do Eletrofunk, Hirla é uma presença única. Entrevistada em sua cidade atual, Caturai – Goiás, ela revela uma jornada que começou sem grandes pretensões. De vendedora e fotógrafa a uma das DJs mais promissoras da região, Hirla confessa que seu sonho original era ser cantora. Contudo, a necessidade de uma renda a impulsionou na direção inesperada das pick-ups e pistas de dança.

Seus sets são uma viagem sonora, fluindo entre eletrofunk e a vibe do público: isso mesmo a vibe faz com que ela toque outros ritmos como Sertanejo, Axé, e tudo mais que a vibe do público pedir. Em entrevista exclusiva, ela destaca o papel crucial de ler a energia da multidão, mantendo todos em movimento e garantindo que cada evento seja inesquecível, imagine que você precisa entender o que seu público da noite quer ouvir e ter a "carta na manga" para fazer a diversão acontecer.

Na vida pessoal, a DJ encontrou um equilíbrio, permitindo-lhe passar mais tempo com seus filhos. Ela descreve essa mudança como a conquista de "um tempo de qualidade", algo que antes era difícil de alcançar com uma agenda agitada. Ela conta com a ajuda do pai das crianças que aos fins de semana fica com os filhos para que ela possa cuidar de sua carreira e proporcionar uma vida melhor para seus pequenos.

Ao discutir o reconhecimento do trabalho de DJ, Hirla enfatiza a importância de valorizar e respeitar a profissão. "Não é um oba-oba", diz ela. Hoje, ela vive exclusivamente da renda de seus shows, reconhecendo a responsabilidade de proporcionar entretenimento e divertimento ao público.


Em relação aos desafios, Hirla compartilha experiências sobre os haters no início de sua carreira, especialmente entre as mulheres. No entanto, à medida que sua autenticidade brilha, ela conquista respeito e admiração tanto no ambiente de trabalho quanto na vida pessoal.


O futuro para DJ Hirla é uma sinfonia de ambições. Com planos de lançar uma música por semana, almejando destaque no Spotify e mirando o sucesso de grandes nomes como Alok, ela defende a importância de sonhar e correr atrás dos objetivos.

Ao concluir, Hirla deixa um conselho para os aspirantes a DJs: "Estude, invista em qualidade e seja autêntico. Antes de tudo, o profissional precisa se valorizar, oferecendo sempre o melhor ao seu público." A trajetória de Hirla Batista é mais do que uma história musical; é um manifesto de perseverança, diversidade e paixão pela arte de mover corações através da música.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp