05/07/2024 às 18h52min - Atualizada em 09/07/2024 às 00h01min

Encontro de Líderes do Tatuapé aborda Assistência social

Tema está relacionado com a segurança pública, pauta dos encontros anteriores

TUDO EM PAUTA - COMUNIÇÃO INTEGRADA
Líris Tavares (Comunicação do Lar Sírio)


No final do mês de junho, na sede do Rotary Clube São Paulo – Tatuapé, aconteceu a sexta edição do Encontro de Líderes do Tatuapé. Nessa oportunidade, foi dado o início às discussões sobre o tema assistência social, escolhido como prioridade na primeira edição do encontro junto ao tema segurança pública.

Nesse encontro estiveram presentes representantes da sociedade civil, do Lar Sírio Pró-Infância, do Sebrae, da Associação Comercial de São Paulo, da Casa do Universitário Brasil, do Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura, e do Senac, além do Rotary Clube São Paulo – Tatuapé, o anfitrião.

Para assessorar o encontro e trazer informações oficiais sobre o tema, foi convidado o Sr. Mauro Silva, supervisor da SAS (Supervisão de Assistência Social) Mooca, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, responsável pela supervisão do perímetro do Tatuapé. Mauro apresentou dados do Diagnóstico Socioterritorial da 15ª Conferência Municipal de Assistência Social, realizada em agosto de 2023.

Segundo os dados, o distrito do Tatuapé ocupa a 17ª posição entre os 96 distritos da capital em relação ao número de moradores em situação de rua. Mauro explica que um dos motivos é a proximidade com a região central de São Paulo e que, na região da Subprefeitura Mooca, a qual pertence o Tatuapé, o distrito com maior incidência é o Pari, que ocupa a terceira posição no ranking geral.

Mauro também apresentou números sobre os serviços e a estrutura de assistência social na região da Subprefeitura Mooca, que conta com 20 centros de acolhida e outros 45 equipamentos públicos para atendimento da proteção básica como os Centros para Crianças e Adolescentes, e outros serviços de acolhimento com média e alta complexidade.

Sobre os moradores em situação de rua, Mauro explicou que, embora seja uma prática comum de pessoas e organizações, dar esmolas e servir alimentos não é a ação mais indicada, pois compromete uma estratégia de intervenção da Assistência Social do município para atrair e convencer essas pessoas para o acolhimento, a fim de que sejam atendidas pelos equipamentos públicos, com acompanhamento técnico que visa a ressocialização a médio e longo prazos, fazendo com que deixem as ruas.

Questionado sobre a melhor forma de abordagem a esse público pelos cidadãos, Mauro afirmou que a orientação da Prefeitura é ligar no número 156 (Portal da Prefeitura de São Paulo), solicitando atendimento no local, que será realizado por uma equipe da Prefeitura em até 6 horas.
 
O que podemos fazer
A segunda parte do Encontro de Líderes foi prática. Com o apoio e metodologia do Sebrae, os participantes se dividiram em grupos e levantaram problemas relacionados ao tema que são possíveis de serem trabalhados pelas organizações que compõem essa liderança, contribuindo para minimizá-los.

O principal problema constatado é a falta de ampliação da informação e comunicação do poder público para orientar a sociedade, que não conhece o que efetivamente é realizado sobre o assunto e, muitas vezes, age na boa intenção de ajudar o próximo, sem, contudo, se ater a estratégias corretas, colocando-se inclusive em risco durante a abordagem.

Outro tópico levantado como problema envolve a assistência social e a educação e aponta para a deficiência na formação, da básica à técnica e profissional, para atingir os públicos em situação de maior vulnerabilidade.

Também foram elencados como problemas que o grupo pode atuar de alguma forma: ações descoordenadas e desalinhadas entre grupos e associações da sociedade civil e o poder público; falta de recursos humanos por parte do poder público, reflexo do baixo orçamento destinado à área da assistência social; trabalho infantil, que envolve desde a venda de produtos em faróis até pedidos de esmolas, muitas vezes a mando e supervisão dos próprios pais.

Um novo encontro foi marcado para o dia 4 de julho com local a definir e, nesse intervalo, os participantes discutirão estratégias e ações para a elaboração de um plano de trabalho.
 
O Encontro de Líderes do Tatuapé
Idealizado pelo Lar Sírio Pró-Infância com o apoio do Sebrae, o encontro é apartidário e reúne lideranças de organizações sociais, públicas e privadas interessadas no desenvolvimento social e econômico do bairro. Os temas discutidos são definidos em conjunto e são deliberadas apenas propostas de ações que os próprios participantes ou entes vinculados a eles possam se responsabilizar.

Para saber como participar do Encontro de Líderes do Tatuapé entre em contato com o Lar Sírio Pró-Infância pelo e-mail [email protected], pelo número 11 2092-4811 – Ramal 246 com a equipe de Comunicação ou pelo Whatsapp 11 97121-5241.


 

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
RENATA TEIXEIRA DE CARVALHO SOUZA
[email protected]

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp