18/01/2024 às 20h52min - Atualizada em 22/01/2024 às 00h00min

Wina lança “HABEAS CORPUS”, segunda faixa com nome em latim, nesta sexta-feira (19)

Faixa fará parte de um EP que será lançado em breve

Redação
Divulgação


Após o sucesso de “MODUS OPERANDI”, single que marcou sua primeira grande reinvenção na música, Wina lança “HABEAS CORPUS” (ouça aqui: https://onerpm.link/habeascorpus) nesta sexta-feira (19) em todas as plataformas digitais acompanhada de clipe, que estará disponível a partir das 12h no canal oficial da artista (https://bit.ly/3vAQ0pA ).
“HABEAS CORPUS” é a segunda faixa do EP que a artista pretende lançar em breve; e a escolha de títulos em latim serve para marcar a transição de WINA cantando do inglês para o português.

Cantora, compositora, produtora, participante do The Voice Brasil 10 e, atualmente,
jurada do Canta Comigo e Canta Comigo Teen, Wina se sente pronta para 2024. Teremos muita música nova, muitos shows. E ainda mais conexão com a galera”, afirma a artista, que criou o festival “O ROCK É DE TODXS” com o objetivo de unir a cena musical, e que já tem data marcada para a terceira edição. No dia 27 de janeiro, Wina se une à banda The Mönic e realizam o “Festival não tem Banda” com o projeto criado pela artista e se apresentam no City Lights, em São Paulo.

Depois de problematizar ferozmente os problemas do mundo atual e da robotização em MODUS OPERANDI, WINA abre suas dores ainda mais profundas e pessoais no segundo trabalho do EP.

HABEAS CORPUS expõe ao máximo as aflições de uma mulher que chega a experienciar a sensação de falta de liberdade dentro da própria casa em meio a violência, ameaças e manipulações. WINA não mede palavras nem gritos nesse novo som progressivo que ganha energia exponencialmente conforme a raiva da história aumenta.

“HABEAS CORPUS nasceu da necessidade de compor uma música em homenagem as mulheres mais fortes que eu conheço. Infelizmente, no meio do processo passei por um relacionamento abusivo e violento. O início da música retrata o momento em que me dei conta do que estava passando: Dormia com medo e sonhava que estava sendo atacada todos os dias, além de viver esse pesadelo acordada também. Um dia sonhei que estava num presídio feminino, e acordei me sentindo segura pois sabia que “ali ele não poderia entrar”. Foi aí que percebi o quão grave era o que estava acontecendo na minha vida”, conta Wina.

Ser artista, compositora e produtora é uma eterna descoberta da própria forma de comunicar através da arte. “Sou muito ligada em toda forma de arte. A cada lançamento me sinto ainda mais conectada com a interpretação, performance e visual dos clipes e shows”.

Sobre Wina
A voz doce e poderosa defendendo o rock com remixes eletrônicos, a atitude sempre firme, a originalidade da maquiagem e dos figurinos pensados para cada apresentação deram à Wina uma presença forte e inesquecível nos palcos do The Voice Brasil 2021. A cantora e DJ de 24 anos ganhou projeção nacional na décima temporada do programa da Globo, onde chegou às quartas de final no Time Claudia Leitte. Porém, sua história com a música foi sendo forjada anos antes e segue seu fluxo trazendo novidades e lançamentos em uma carreira que vai se consolidando, com muito amor pela arte e muito investimento profissional. 

“A passagem pelo The Voice Brasil foi uma experiência muito forte e enriquecedora para a minha carreira. Fiz amigos no meu time, entre os jurados e no backstage com quem pretendo trabalhar e produzir junto. Foram ao todo 5 apresentações das quais me orgulho muito, que trouxeram a essência do trabalho que eu faço, das referências dos anos 1980 à estética do Rock às letras que trazem mensagens fortes, verdadeiros protestos que é o que eu já trago no meu trabalho autoral”, conta Wina.

Apaixonada pela fusão de todo tipo de arte, Wina reflete bem as múltiplas manifestações artístico-culturais que acontecem simultaneamente em sua cidade natal, São Paulo. Cantora profissional desde 2013, é DJ formada pela London Sound Academy (Londres/Inglaterra) e pela DJ Ban Electronic Music Center (SP); também é produtora musical graduada pelo concorrido e prestigiado Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Ela já trabalhou como dançarina, maquiadora e produtora de moda, herdando essa paixão do pai, o alfaiate João Camargo, da Camargo Alfaiataria, com quem dividiu “as agulhas” por alguns anos. 

“Um dos melhores retornos que eu venho tendo é a reação das pessoas ao trabalho que apresentei. É muito legal receber mensagens falando que as minhas apresentações são diferentes. Recebo até pedido de tutorial das maquiagens que uso, o que é gratificante também. Essas manifestações refletem a preocupação que sempre tive com toda a arte que estou representando no palco: figurino, maquiagem, música, cenografia, coreografia. Sempre pensei muito bem em cada um desses detalhes para que o espetáculo audiovisual seja completo e transmita as formas de expressão da minha arte”.

Passando por inúmeras vertentes do Rock e do Pop e até da Disco Music, Wina decidiu juntar suas experiências para uma nova aposta. Foi em 2019 que a artista decidiu unir o melhor dos seus dois mundos: o orgânico e o eletrônico em um projeto live vocal inovador. Suas apresentações com performances vocais ao vivo chamaram atenção nos palcos eletrônicos por todo o Brasil e pela Europa. Sua primeira música autoral lançada, “Drown Me” do EP produzido em parceria com Mochakk, já recebeu elogios de grandes nomes da cena eletrônica, como Kyle Watson.


HABEAS CORPUS
Eu tive um sonho,
Sem sua figura pra me atormentar
Mas era (só) porque cê não podia entrar
Me sinto mais segura,
Presa ou amarrada
Do que com você na (nossa) casa

Eu fui um livro aberto pra você
Um alvo fácil, pra quem é ruim
Me vi sem saber o que fazer
Vivi com medo, porque me abri.

A Luta tem sentido se eu nao repetir
Eu nao sei, eu nao sei
Eu Não voltar pra mesma historia
A Luta tem sentido se eu nao repetir
Eu nao sei, eu não sei
(Eu nem sei se tem outro jeito )

eu vou subir um muro na alma
Pra impedir que você me invada
E me diz o que te falta
PRA SUMIR DAQUI
Eu vou subir um muro na alma
Pra impedir que você me invada
E me diz o que te falta
PRA SUMIR DAQUI

chata paca q nem Rita
Dona de mim tipo Iza
Com a Pitty eu aprendi
A me livrar
De gente como voce


ENTAO SOME
ENTAO SOME

OU ME DEIXA
SÓ ME DEIXA

EU TENHO MAIS DESILUSÕES PRA VIVER.
EU NEM TENHO MAIS PORQUE
VIVER COM VOCE
VIVER COM VOCE
VIVER COM VOCE
Me deixa viver
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp