25/01/2024 às 11h31min - Atualizada em 25/01/2024 às 11h31min

Chuva causa estragos e deixa famílias desabrigadas no Litoral Norte de São Paulo

Tempo chuvoso começou na noite desta quarta-feira (24) e persiste nas cidades do litoral. Há registro de desalojados e desabrigados em Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba. Não há feridos.

Redação

G1
A chuva que atinge o Litoral de São Paulo desde a noite de quarta-feira (24) provoca estragos e deixa famílias desabrigadas e desalojadas.

Em São Sebastião, a sirene de alerta na Vila Sahy tocou pela primeira vez com orientação para os moradores deixarem suas casas pelo risco de deslizamentos - leia mais abaixo. Há também interdições nas rodovias Mogi-Bertioga e Tamoios. Não há registro de feridos.


A chuva começou por volta das 19h de quarta-feira e deve seguir nos próximos dias. O Litoral de São Paulo tem alerta para chuvas intensas pelo menos até sábado, segundo a Defesa Civil.

De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o maior registro de chuvas foi em Caraguatatuba - 155 milímetros nas últimas 12 horas em uma estação do bairro Tabatinga.

Em São Sebastião, onde um temporal histórico matou 64 pessoas em fevereiro passado, a sirene de alerta instalada na Vila Sahy orientou, pela primeira vez, os moradores a deixarem suas casas e irem a locais seguros por risco de deslizamentos. A sirene foi acionada na noite de quarta.

"Recebemos um alerta do Cemaden de alto risco de movimento de massa, o que nos preocupa bastante nas encostas. Então decidimos fazer alertas como forma de prevenção e para que o nosso plano de contingência fosse acionado", disse o vice-prefeito Reinaldo Moreira, ao Bom Dia São Paulo.

Um abrigo foi montado na Escola Municipal Henrique Tavares de Jesus para receber os moradores até a chuva parar ou as águas das ruas baixarem. Quatro pessoas foram para o local. Em Toque-Toque Pequeno, três famílias foram removidas de suas casas e levadas para um abrigo.

A cidade ainda registrou pontos de alagamentos nos bairros Barra do Sahy, Barra do Una, Juquehy, Cambuí e Boracéia.

Em Caraguatatuba, uma família com nove pessoas e um cachorro foram removidos de uma casa no bairro Martim de Sá. Além deles, uma família com duas pessoas e um cachorro foi para a casa de parentes, após precisar deixar o imóvel onde mora no bairro Golfinhos.

Também foram registrados pontos de alagamento, inclusive em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Porto Novo e do Casa Branca. Funcionários fazem limpeza no local para reestabelecer o atendimento. A cidade ainda registrou três quedas de árvores.

Ubatuba informou que a chuva deixou 16 desabrigados e sete desalojados. Há alagamentos nos bairros Estufa I, Perequê-Açu, Botafogo, Parque Guarani, Anchieta, Usina Velha e também na avenida Rio Grande do Sul. Foram registradas ainda quedas de oito árvores e deslizamentos de terra.

Estradas

Por causa das chuvas, a Serra Antiga da Tamoios, rodovia que liga São José dos Campos a Caraguatatuba, foi interditada na noite desta quarta-feira (24). A interdição aconteceu por volta das 22h. Há operação de comboios para o trânsito fluir.

A Mogi-Bertioga também tem interdição na manhã desta quinta-feira. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), houve queda de barreira entre os municípios de Biritiba-Mirim e Bertioga, no Km 84. O bloqueio começa em Mogi das Cruzes na altura do quilômetro 69.

Abastecimento de água

A Sabesp informou na manhã desta quinta-feira (25) que aas chuvas afetam o abastecimento de água no Litoral Norte de São Paulo. Veja a situação em cada cidade:
  • Em Caraguatatuba, os bairros da região norte estão com intermitência no abastecimento. São eles: Massaguaçu, Getuba, Morro do Chocolate, Fazendinha, Santa Rosa, Capricórnio I, II e III, Cocanha, Delfim Verde, Jardim do Sol, Morada do Sol, Parque Imperial, Parque Patrimônio, Portal Fazendinha, Santa Rosa e Verde Mar.
  • Em Ubatuba, os sistemas operam em modo de atenção.
  • Em Ilhabela, as regiões afetadas foram a da Água Branca e Pombo, incluindo os bairros Barra Velha, Perequê, Itaquanduba, Itaguassu, Saco da Capela, Engenho d’Água, Vila, Santa Tereza, Pedra do Sino, Armação, Curral, Praia Grande, Feiticeira, Portinho, Ilhote e Piúva.
  • Em São Sebastião, os bairros mais afetados são Maresias, Boiçucanga e Paúba. A lama, galhos e outros materiais arrastados nos mananciais prejudicam a captação e o tratamento da água.
A companhia informou que atua para normalização do sistema, prevista para ocorrer de forma gradativa durante a quinta-feira. Emergências serão atendidas por meio do telefone 0800 055 0195 - a ligação é gratuita.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp