26/02/2024 às 15h13min - Atualizada em 27/02/2024 às 00h02min

Coluna travada? Especialista explica o que fazer e quais possíveis causas

O problema é um mecanismo de defesa do próprio corpo em resposta à dor aguda

Prezz Comunicação
Divulgação/Canva


A contratura lombar, também conhecida como "coluna travada", é uma condição caracterizada por espasmos musculares intensos e dor súbita na região lombar da coluna vertebral, resultando em limitação de movimento, sensação de rigidez e travamento. 

De acordo com o ortopedista especialista em coluna do Grupo Spine Victor Caponi, essa condição pode ser causada por vários fatores, como estresse e tensão, onde o estresse emocional e a tensão podem provocar contração muscular involuntária na região lombar, contribuindo para a contratura. Além disso, a protusão e hérnia de disco também são causas possíveis, pois a hérnia de disco, que envolve a compressão de nervos na região lombar, pode causar espasmos musculares e dor intensa.  

“As dores lombares têm várias causas, geralmente surgindo após esforço intenso, levantamento de peso excessivo, postura inadequada ou longos períodos na mesma posição. Além disso, fatores como obesidade, falta de exercício e tabagismo também podem contribuir para problemas na coluna. A perda momentânea de movimento é uma forma de proteção do corpo contra a dor, visando preservar a articulação da coluna e o sistema nervoso. Sinais, sintomas e condições pré-existentes devem ser observados nesses casos”, esclarece. 

O médico ressalta que, quando a coluna trava, é essencial evitar movimentos bruscos que possam agravar a condição. "O primeiro passo é manter a calma e evitar qualquer esforço excessivo", destaca o especialista. Ele ressalta a importância de buscar assistência médica caso a dor persista por mais de 48 horas ou esteja acompanhada de sintomas como formigamento ou fraqueza nos membros.

Segundo Caponi, as medidas imediatas que podem ser tomadas em casa, o especialista recomenda repouso e aplicação de compressas de gelo na região afetada. "O gelo ajuda a reduzir a inflamação e aliviar a dor", explica. 

O especialista em coluna do Grupo Spine também destaca a importância da prevenção, enfatizando a adoção de hábitos saudáveis de postura e a prática regular de exercícios físicos. "Fortalecer a musculatura das costas e manter uma boa postura são medidas essenciais para reduzir o risco de problemas na coluna", afirma o médico. 

O médico ressalta a importância de buscar orientação médica. “Com os cuidados adequados e o acompanhamento profissional, é possível superar o problema e retomar a qualidade de vida”,  esclarece Victor Caponi.  

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp