27/02/2024 às 17h23min - Atualizada em 28/02/2024 às 13h37min

Por que os cientistas querem mudar o nome dos dinossauros?

Cientistas buscam ajustes nas convenções de nomeação de dinossauros em meio a preocupações sobre homenagens e representatividade. Cientistas buscam ajustes nas convenções de nomeação de dinossauros em meio a preocupações sobre homenagens e repre

Multiverso Notícias
https://multiversonoticias.com.br/por-que-os-cientistas-querem-mudar-o-nome-dos-dinossauros/


Cientistas determinam o nome de espécies seguindo um sistema formal e padronizado conhecido como nomenclatura binomial.

Esse método foi desenvolvido por Carl Linnaeus, um botânico e zoólogo sueco, no século XVIII, e é amplamente utilizado até hoje.

A nomenclatura binomial consiste em atribuir a cada organismo um nome composto por duas partes: o gênero e a espécie.

Por exemplo, no nome científico Homo sapiens, ‘Homo’ é o gênero e ‘sapiens’ é a espécie, referindo-se aos humanos.

Quando um cientista descobre uma nova criatura, ele ou ela segue algumas etapas. Isso inclui, por exemplo, a descrição da espécie, uma revisão da literatura, uma redação do artigo científico, o envio para revisão dos pares, uma publicação e, por fim, a atribuição do nome científico.

No entanto, há várias razões pelas quais um cientista pode decidir mudar o nome de uma espécie.

Tais mudanças podem ocorrer por meio de revisões taxonômicas ou devido a novas descobertas e entendimentos sobre a diversidade biológica.

Isso acontece, por exemplo, devido a erros na identificação anterior, novas pesquisas com mais descobertas ou uma revisão taxonômica.

Função dos paleontólogos na nomeação de espécies

Esses cientistas desempenham um papel fundamental na definição dos nomes científicos.

O trabalho de um paleontólogo envolve a descoberta, escavação, análise e interpretação desses vestígios para entender a história da vida na Terra, sua evolução, diversidade e os processos que moldaram o mundo ao longo do tempo geológico.

Eles são responsáveis por descrever detalhadamente as características das novas espécies, identificar relações evolutivas e propor nomes que sejam descritivos, precisos e culturalmente sensíveis.

A relação dos paleontólogos com as definições dos nomes envolve um equilíbrio delicado entre seguir as convenções científicas estabelecidas e reconhecer a importância de respeitar a história, a cultura e as comunidades relacionadas às descobertas.

Nesse contexto, os paleontólogos procuram garantir que os nomes das espécies reflitam tanto as características físicas das criaturas quanto os contextos históricos e geográficos de suas descobertas.

Além disso, eles buscam promover uma abordagem inclusiva que reconheça e celebre a diversidade da vida na Terra e das pessoas envolvidas na pesquisa paleontológica.

Comunidade científica enfrenta desafios

Comunidade científica de paleontólogos quer mudar nome de espécie de dinossauro – Imagem: MR1805/Reprodução

No decorrer de dois séculos desde a descoberta do primeiro dinossauro, o Megalossauro, a comunidade científica tem enfrentado desafios em relação à nomenclatura dessas fascinantes criaturas pré-históricas.

Agora, um grupo de paleontólogos destaca a necessidade de revisões na maneira como os dinossauros são nomeados, visando honrar adequadamente sua história e respeitar as culturas locais.

Desde os primórdios das descobertas paleontológicas, os nomes dos dinossauros têm refletido, em muitos casos, tradições datadas e desconectadas das comunidades e territórios onde os fósseis foram encontrados.

O ministro William Buckland, ao descobrir o Megalosaurus, deu início à catalogação dos dinossauros com base em suas características físicas predominantes, por exemplo, o tamanho e aspecto ósseo.

No entanto, com o avanço da ciência e a descoberta de outras espécies, tornou-se evidente que tal abordagem inicial não capturava a verdadeira diversidade e complexidade desses animais.

Quanto a isso, a paleontóloga Dra. Maria Rodriguez, que inclusive é uma das principais vozes por trás da proposta de revisão na nomenclatura dos dinossauros, destaca que o mais importante é reconhecer a relação intrínseca entre a história da Terra, os dinossauros e as pessoas.

Um dos principais pontos de discussão é a prática de homenagear descobridores coloniais em detrimento das comunidades locais e indígenas.

Muitos dinossauros, descobertos em territórios africanos, por exemplo, foram batizados com nomes de colonos europeus. Isso se torna incoerente e, sem dúvidas, apaga assim a rica história e cultura do continente.

Diante desse contexto, o Dr. José Santos, outro ícone da paleontologia que está relacionado nesta pauta, comenta que a nomeação dos dinossauros vai além de uma questão da comunidade científica. Para isso, o aspecto cultural e ético também deve ser valorizado.

A Comissão Internacional de Nomenclatura Zoológica (ICZN) tem sido um ponto central nas conversas sobre a nomenclatura dos dinossauros.

Enquanto alguns pesquisadores propõem ajustes nas regras para incorporar diretrizes mais inclusivas e culturalmente sensíveis, o ICZN tem sido cauteloso em relação a renomeações de dinossauros previamente catalogados.

A recente tendência de nomeação em homenagem aos seus descobridores também tem sido motivo de debate. Por um lado, alguns enxergam isso como uma forma de reconhecer o trabalho árduo dos cientistas.

Por outro, algumas pessoas trazem o alerta para o risco de diminuir o reconhecimento do papel das mulheres na paleontologia.

No entanto, apesar das resistências e desafios, muitos paleontólogos permanecem otimistas em relação ao futuro da nomenclatura dos dinossauros.

“Estamos em um momento crucial para repensar e ajustar nossas práticas. […] “É uma oportunidade para construir uma narrativa mais inclusiva e fiel à história dos dinossauros e das comunidades que compartilharam o planeta com eles”, explica o especialista.

Enquanto as discussões continuam, a comunidade científica aguarda com expectativa possíveis mudanças que possam surgir nas convenções de nomeação dos dinossauros, buscando assim refletir e respeitar plenamente a diversidade da vida na Terra.

O post Por que os cientistas querem mudar o nome dos dinossauros? apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.



Fonte: https://multiversonoticias.com.br/por-que-os-cientistas-querem-mudar-o-nome-dos-dinossauros/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp