29/02/2024 às 00h07min - Atualizada em 29/02/2024 às 08h20min

2024: o ano do surgimento da nova ‘Internet conversacional’ liderada por chatbots com tecnologia de IA

Latam Intersect PR
https://latamintersectpr.com/
reprodução/Pixabay


As pessoas que procuram o próximo “grande salto” na IA este ano devem considerar o “humilde” chatbot. Esta ferramenta, antes simplista para responder às dúvidas dos clientes, recebeu uma atualização tão completa por conta da ajuda das ferramentas Large Language Models (LLMs) e Generative AI (GenAI), que pode transformar totalmente a maneira como usamos a Internet. Enquanto os cientistas da computação buscam encontrar o avanço excepcional  para a 'Inteligência Geral Artificial', e combinar as tecnologias existentes para produzir videoclipes gerados por IA, alguns especialistas estão investindo seu dinheiro neste novo e aprimorado chatbot para que ele ofereça o desempenho de destaque do ano e, no processo, criar uma “Internet conversacional” totalmente nova.

“As pessoas ficam surpresas quando veem o quão longe fomos na combinação dos mais recentes avanços tecnológicos com o formato chatbot. Eles não apenas podem nos ajudar a comprar produtos, marcar nossas próximas férias ou simplesmente responder a uma reclamação ou dúvida, mas agora são capazes de navegar na internet em nosso nome, o que será uma verdadeira virada de jogo”, comenta Bruno Montoro, diretor de Negócios Corporativos da Gupshup para América Latina e um dos especialistas em comércio conversacional da marca, cujo ACE LLM recebeu recentemente o prêmio Juniper Research de Melhor Solução de Chatbot.

Bruno explica: “O que vemos para 2024 é que os chatbots darão um salto ainda maior e começarão a substituir sites, com os aplicativos de mensagens se tornando o novo navegador, e toda a estrutura da web se transformando em uma nova ‘internet conversacional.”

Com a indústria de chatbots de números estimados em US$ 12 bilhões em 2023, o que deverá crescer para US$ 72 bilhões até 2028, este ano poderá ser um ponto de inflexão significativo, já que 60% das pequenas empresas, 80% das médias e 71% das grandes empresas planejam implementar chatbots no curto prazo. No entanto, com o ritmo extremamente rápido que a IA se desenvolve, líderes da indústria como Gupshup acreditam que tais previsões podem ser superadas em breve.

Plataformas em desenvolvimento como o Co-pilot, da Microsoft, o Gemini, do Google e, claro, o refinamento contínuo do ChatGPT fornecem a base para novas tecnologias de chatbot. Isso significa que eles se tornarão muito mais do que apenas um ponto de contato amigável e experiente, funcionando muito mais como um guia, um ajudante e um personal shopper, tudo em um. “Estamos realmente chegando ao ponto em que você nem precisa navegar”, observa Bruno Montoro. “Você pode simplesmente dizer: 'encontre o livro de receitas de melhor valor sobre comida italiana, traga uma cesta de compras com os ingredientes para uma receita de lasanha, peça um vinho tinto complementar e monte uma lista de reprodução de ópera,' e todo o trabalho de organização do seu entretenimento será feito para você”, completa.

Neste cenário, o impulso para as empresas pode ser enorme. Segundo dados da  Tidio, que projetam um tamanho de mercado global de chatbots de US$1,34 bilhão para 2024 e um ROI médio para chatbots de 1.275%, chegou a hora dos ‘superapps’. “O WhatsApp e outras plataformas rivais já estão se posicionando para se tornarem ‘superapps’. Com o Over The Top (OTT) no estilo do WeChat da China, empresas e clientes terão acesso a uma vasta gama de recursos, incluindo lojas integradas, pagamentos e viagens. Esses recursos não apenas vão expandir os aplicativos de mensagens comerciais, mas vão permitir que os usuários se envolvam na grande maioria de suas atividades on-line no aplicativo de mensagens, aumentando as taxas de abertura e cliques”, conclui. “Essa nova forma de navegação assistida por chatbot será a base para uma ‘internet conversacional’.”

Sobre a Gupshup

A Gupshup é uma nuvem conversacional que permite que as marcas anunciem, se comuniquem e conversem com seus clientes, aproveitando a IA e o CPaaS. As soluções de automação da Gupshup permitem com que mais de 75 mil marcas na Índia, América Latina, Europa, Sudeste Asiático, Oriente Médio e Estados Unidos ofereçam uma melhor experiência ao cliente e aumentem a receita, economizando custos. Citibank, AkzoNobel, Khan Academy, Unilever, MPL, Netflix, Flipkart e Ola são alguns de seus principais clientes. Com uma única API de mensagens para mais de 30 canais de voz, texto e bate-papo, a plataforma de interação conversacional gera mais de 10 bilhões de mensagens por mês. Avaliada em US$1,4 bilhão, a empresa tem investidores de destaque, como Tiger Global, Fidelity Management and Research Co. LLC, entre outros, em seu quadro de capitalização.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp