04/01/2024 às 14h10min - Atualizada em 04/01/2024 às 16h32min

AGUAVIVA pede esclarecimentos e informações sobre o funcionamento das câmeras de monitoramento em Guarujá

Denúncias recebidas apontam falta dos equipamentos e manutenção em toda a Cidade

Morgana Oliveira
Assessoria de Imprensa
Divulgação/Prefetura de Guarujá


Você se sente seguro andando pelas ruas de Guarujá e Vicente de Carvalho? Quando está na praia acredita que tudo em volta está sendo monitorado e a possibilidade de qualquer crime acontecer é pequena? Diante dessas dúvidas e baseado em denúncias recebidas, a Associação Guarujá Viva (AGUAVIVA) enviou requerimentos para diversos órgãos do Município e do Estado pedindo explicações e dados sobre as câmeras de monitoramento existentes e em funcionamento na Cidade.

A entidade sem fins lucrativos e representante da Sociedade Civil do Guarujá e da Baixada Santista preocupada com a segurança pública no município enviou ofícios à Guarda Municipal; Conselho Comunitário de Segurança (Conseg); Polícia Militar; Polícia Civil; Secretaria de Segurança Pública e Ministério Público de São Paulo.

"Nós sabemos que a segurança de uma cidade não é feita apenas por câmeras de monitoramento. Elas não evitam, mas inibem, em muitos casos, ações potencialmente criminosas. Agora, sem essa fiscalização tudo fica ainda mais frágil e a sensação de insegurança cresce em todos os cantos da Cidade", disse José Manoel Ferreira Gonçalves, presidente da AGUAVIVA.

A AGUAVIVA enviou às entidades os seguintes questionamentos:
a) As câmeras de monitoramento das praias das Pitangueiras, Astúrias e também do comércio de Vicente de Carvalho estão em perfeito funcionamento?
b) Qual o número total de câmeras de monitoramento instaladas em funcionamento nas Praias das Pitangueiras e Astúrias?
c) Qual o número total de câmeras de monitoramento instaladas em funcionamento na região do comércio de Vicente de Carvalho?
d) Qual o número total de câmeras de monitoramento instaladas em funcionamento no município de Guarujá?
e) Como é o cronograma de manutenção das câmeras existentes?
Qual o nome da empresa responsável por essa manutenção?
f) Em recente reunião realizada pelo CONSEG GUARUJÁ - CENTRO, um oficial da Polícia Militar comentou sobre a falta de funcionamento das câmeras na região de atuação de uma das companhias da Cidade e do prejuízo para o policiamento;
g) Existe alguma fiscalização sobre a utilização dessas câmeras, como por exemplo, a checagem do funcionamento na central de monitoramento;
h) De acordo com a denúncia recebida, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Guarujá confirmou que as câmeras de Vicente de Carvalho não funcionam. Já cobraram o prefeito sobre isso e ficaram sabendo que a maioria das 128 câmeras de Guarujá não funcionam mesmo. Santos tem 1.733 câmeras e Praia Grande, mais de três mil.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp