08/01/2024 às 14h25min - Atualizada em 09/01/2024 às 20h03min

GRM Acústica dá dicas de como mitigar problemas causados por ruídos

Melhorar a acústica ajuda a manter qualidade de vida e saúde dos habitantes de regiões com muita poluição sonora

Mariana Garrett Paker Rodrigues
Imagem de divulgação


A poluição sonora é um problema grave que afeta a saúde auditiva, mental e cardiovascular de milhões de pessoas no mundo. A exposição a sons altos ou constantes pode causar perda de audição irreversível, estresse, hipertensão, colesterol alto, diabetes, mudanças comportamentais e até morte prematura. A OMS estima que, até 2050, 25% da população global terá algum grau de perda auditiva por causa do excesso de ruído.

 

A engenharia acústica é o ramo da engenharia que lida com o som e a vibração, e pode ser aplicada tanto na redução de ruídos indesejáveis quanto no projeto de fontes sonoras com finalidades específicas. Nesse contexto surgiu a GRM Acústica, uma empresa especializada em projetos e análise de campo de ruído e vibrações. Seu fundador, Marco Aurélio de Paula, explica os parâmetros do ruído ambiental, capazes de caracterizar a intensidade e a qualidade do ruído presente no local.

 

“Existe um trabalho que é capaz de identificar justamente os sons indesejados que podem provocar prejuízos ao bem-estar, sejam eles provenientes de fontes naturais ou artificiais. Os ruídos ambientais mais comuns e prejudiciais são de tráfego, construção e indústria”, detalha. “Inclusive, os níveis de ruídos aceitáveis nas cidades, de acordo com o zoneamento, é um tema que de tempos em tempos volta a ser debatido pelos vereadores”, lembra o engenheiro, referindo-se ao mapa de ruídos urbanos deveria ser contemplado nos próximos meses pela Prefeitura de São Paulo, por exemplo, mas foi adiado para 2029.

 

Mas, para que isso aconteça, existe a necessidade de medição e parâmetros descritores de ruído. Em primeiro lugar, os padrões avaliam a exposição humana ao ruído para determinar se os níveis estão dentro dos limites aceitáveis para a saúde e o bem-estar das pessoas, considerando alguns aspectos, como os listados abaixo: 

  • Duração: é a quantidade de tempo em que uma pessoa/comunidade fica exposta ao ruído. 

  • Frequência: é a medida da quantidade de ciclos sonoros por segundo, medida em Hertz (Hz). O ruído pode ter uma frequência específica ou uma faixa de frequência.

  • Nível de pressão sonora (NPS): é a medida da intensidade do som em decibéis (dB) em um determinado ponto no tempo.

 

“Com esse mapeamento em mãos, pode-se ter com precisão um diagnóstico de como está a situação em determinado lugar e trabalhar para mitigar caso algum desses parâmetros esteja em níveis acima do ideal”, prossegue Marco. “A questão do barulho é universal. Na França, por exemplo, o governo vai iniciar testes com radares antirruído que conseguem flagrar veículos que estão fazendo barulho acima do permitido”, completa. 

 

Algumas soluções que a engenharia acústica pode oferecer para as empresas são:

 
  1. Absorção sonora: usar materiais que absorvem parte do som e diminuem a propagação e os níveis de ruído, como painéis de lã mineral ou espumas acústicas.

  2. Isolamento acústico: usar vidros insulados e laminados, esquadrias adequadas e vedação correta das portas e janelas para impedir a entrada de ruídos externos.

  3. Posicionamento adequado de elementos arquitetônicos: evitar a proximidade de áreas de convívio com ambientes mais barulhentos, e usar paredes e divisórias para criar barreiras físicas que reduzem a propagação do som.

  4. Disposição otimizada de móveis e equipamentos: posicionar os móveis de forma a evitar a concentração de superfícies reflexivas, como espelhos e vidros, e usar equipamentos que produzam menos ruído.

 

Sobre a GRM Acústica

A GRM Acústica foi fundada em 2015 pelo Engenheiro Marco Aurélio de Paula, engenheiro especialista em acústica, que já foi professor do MBA do SENAI de Joinville, UNIFEI, e de especialização na PUC-MG, além de ministrar cursos de forma online no Brasil e no mundo. A empresa soma hoje mais de 10 mil horas em campo com projetos realizados na indústria, construção e meio ambiente. Trazendo experiência de consultoria, projetos e análise de campo de ruído e vibrações, a GRM conta com grandes parceiros de laboratórios, softwares e instrumentos de medição para oferecer serviços de engenharia de acústica e vibrações do mais alto nível de competência e qualidade.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canalcomq.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp